x

Informações Rápidas

O Objetivo Sorocaba é uma instituição de ensino particular que possui três unidades na cidade:

Centro Portal Zona Norte

Atendemos alunos do Berçário ao Pré-vestibular.

Fone: (15) 3332.9900

Siga-nos também em: Facebook.com/objetivosor

Notícias

Selecione uma categoria

02
05

Clube do Xadrez reúne jogadores e entusiastas na unidade Centro

Alunos do sétimo ano da unidade Centro acabam de criar o Clube do Xadrez, que une jogadores e entusiastas de um dos jogos de tabuleiro mais tradicionais da História. O grupo, que se reuniu pela primeira vez na tarde da última quinta-feira (28), já conta com quase 30 participantes e está recrutando interessados.

A iniciativa do projeto partiu dos próprios alunos, com apoio da escola. Caliel Augusto Cardoso, idealizador, explica como funcionará o Clube do Xadrez. "Vamos nos reunir todas as quintas-feiras, à tarde, para trocar conhecimento e debater questões envolvendo o jogo. Os primeiros encontros visam apresentar o xadrez para aqueles que têm vontade de aprender e também aos que já sabem jogar, mas não conhecem muito bem as regras. Nossa ideia é, futuramente, promover torneios internos", disse. 

Caliel conta que passou a gostar de xadrez por influência do pai. "Ele praticava muito quando era adolescente e transmitiu esse hobby para mim. Criei este projeto para dividir essa paixão com os amigos". A primeira reunião do clube contou com a presença do Dorival Mathias Vitalino, membro do Xadrez Clube Sorocaba e um dos principais jogadores da região. Dorival compartilhou suas experiências com os alunos e esclareceu dúvidas.

"Comecei a jogar na época da escola também. Hoje, sou membro da equipe principal da cidade e campeão dos Jogos Regionais. Todos os meses, participo de torneios. Apesar de não ser muito divulgado, o xadrez traz inúmeros benefícios para seus praticantes. No meu caso, ampliou minha mentalidade e meus pontos de vista. Eu era um jovem muito ansioso", disse.

O aluno Bernardo Papa Segura, um dos organizadores, revelou: "Meus tios jogavam e eu tinha curiosidade em aprender. Além disso, sempre gostei de matemática, ciências e estratégia, áreas do conhecimento que fazem parte do xadrez". Para Cláudia Bonilha Massuela, professora do Objetivo Sorocaba, a dinâmica do xadrez assemelha-se ao cotidiano. "Para avançar na partida, o jogador tem de sacrificar algumas peças. Da mesma forma acontece com nossa vida, quando precisamos abrir mão de algo para alcançarmos conquistas maiores."

Além de Caliel e Bernardo, o grupo de multiplicadores desse conhecimento também conta com a participação dos alunos Isabel Ramos de S. P. de Camargo e João Santos de Luca.

 

Sobre o jogo

Raciocínio lógico, concentração, tomada de decisões, paciência e autoconfiança são algumas das habilidades estimuladas pelo xadrez, que surgiu no sudoeste da Europa na segunda metade do século XV, durante o Renascimento, depois de ter evoluído de suas antigas origens persas e indianas.

Na Idade Média e durante a Renascença, o enxadrismo tornou-se parte da cultura da nobreza, sendo usado tanto para o entretenimento de reis e cortesãos, quanto para o ensino de estratégia militar, sendo ainda praticado nos círculos de clérigos, estudantes e mercadores e penetrando também na cultura popular. 

O xadrez, por ser um jogo de estratégia e tática, não envolve o elemento sorte. A única exceção é o sorteio das cores no início do jogo, já que as brancas sempre fazem o primeiro movimento e teriam, em tese, uma pequena vantagem por isso. Essa teoria é embasada por estatísticas.

A partida de xadrez é disputada em um tabuleiro de casas claras e escuras, sendo que, no início, cada enxadrista controla dezesseis peças com diferentes formatos e características. O objetivo da partida é dar xeque-mate (também chamado de mate) no adversário. Em duelos profissionais, há ainda o fator tempo, que corre enquanto os participantes executam as jogadas.

Comentários